Foto: Antonio Augusto - Urna Eletrônica 2020 e 2022 - 15.01.2023

Ministro Alexandre de Moraes lembra que democracia é construção coletiva e diária

Há exatamente 48 anos, o dia 25 de outubro se tornou símbolo de resistência ao autoritarismo e se incorporou informalmente ao calendário brasileiro como data de celebração da democracia. Tudo começou em 1975, quando o jornalista Vladimir Herzog foi torturado e morto por agentes do Estado.

Para o ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, “a democracia é uma construção coletiva de todos que acreditam na soberania popular e, mais do que isso, de todos que acreditam e confiam na sabedoria popular, que acreditam que nós, autoridades do Poder Judiciário, do Poder Executivo, do Poder Legislativo, somos passageiros, mas que as instituições devem ser fortalecidas, pois são permanentes e imprescindíveis para um Brasil melhor, para um Brasil de sucesso e progresso, para o Brasil com mais harmonia, justiça social, mais igualdade, solidariedade, com mais amor e esperança”.

O TSE desempenha um papel crucial na defesa da democracia, organizando e realizando as eleições, conforme determina a Constituição Federal, e garantindo que o processo eleitoral seja transparente, seguro e plenamente auditável.

Justiça Eleitoral fortalece o processo democrático

Veja mais