26 de setembro: Dia Nacional do Surdo

A data é importante para que a sociedade entenda cada vez mais a necessidade da inclusão das pessoas surdas

 O Dia do Surdo, no Brasil, foi oficializado em 2008, por meio do decreto de lei nº 11.796. O dia 26 de setembro foi escolhido por ser a data da fundação da primeira escola de surdos no país: o Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES).

A data é importante para que a sociedade entenda cada vez mais a necessidade da inclusão das pessoas surdas, seja no mercado de trabalho, no convívio cotidiano, na mídia e na regulamentação de políticas públicas que beneficiem quem convive com a surdez.

O mês, aliás, é chamado de Setembro Azul: um período dedicado à conscientização sobre as conquistas da comunidade surda e o quão urgente e indispensável é a ampliação da acessibilidade.

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) lançou nas Eleições 2022, uma Central de Libras para atender eleitores surdos e com deficiência auditiva. O atendimento foi feito através do suporte de um profissional intérprete de Libras, via chamada de vídeo no Whatsapp. O serviço ficou disponível durante o sábado (01) e domingo (02), véspera e dia da eleição, das 7h às 16h.

Veja mais