Logo comemorativa aos 90 anos da Justiça Eleitoral, com numeral 90 colorido com as cores da bandeira nacional

Atuação ao longo de nove décadas eliminou fraudes na votação e garantiu eleições limpas, seguras, transparentes e auditáveis

No próximo dia 24 de fevereiro, a Justiça Eleitoral (JE) comemora 90 anos. A celebração não é apenas de ministros, de servidores e colaboradores do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e das juntas eleitorais. Essa é uma celebração de todas as brasileiras e de todos os brasileiros. 

Isso porque a Justiça Eleitoral chega aos 90 anos cada vez mais sintonizada com as eleitoras e os eleitores, reafirmando, a todo instante, o compromisso com a democracia, com a transparência e a legitimidade das eleições, com a inovação e a diversidade.

Nessas nove décadas, já foram realizadas 41 eleições (diretas e indiretas),  três referendos e três plebiscitos. Foram eleitos milhares de candidatos e candidatas, de partidos diferentes, idades diversas, de todas as raças, escolhidos pelo eleitorado para representá-los.

Conforme afirma o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a Justiça Eleitoral surgiu para dar integridade ao sistema democrático. “Hoje temos um dos mais avançados e seguros processos de votação do mundo”, disse.

Veja mais