04.10.2023 - Ciclo de Transparência Democrática - Foto: Alejandro Zambrana/Secom/TSE

Secretário de TI do TSE, Julio Valente, mostrou algumas das dezenas de oportunidades que a sociedade tem para auditar sistema

Nesta quarta-feira (4), data que deflagra o Ciclo de Transparência Democrática – Eleições 2024 e de abertura do código-fonte da urna eletrônica, representantes das entidades fiscalizadoras foram apresentados a algumas das dezenas de oportunidades de auditorias das urnas eletrônicas e dos sistemas eleitorais. A exposição foi conduzida pelo secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (STI/TSE), Julio Valente, que afirmou que o evento de hoje marca o início de 40 oportunidades de auditorias no curso do processo eleitoral.

04.10.2023 - Ciclo de Transparência Democrática - Foto: Alejandro Zambrana/Secom/TSE

Ele explicou às pessoas presentes no Auditório I, na sede do Tribunal, que as urnas eletrônicas, adotadas pela Justiça Eleitoral a partir das eleições de 1996, eliminaram um passado marcado por conhecidas fraudes ao acabar com a manipulação humana do processo de votação.  “Hoje, [com o voto informatizado] nós temos no Brasil um processo que é seguro. Há 27 anos não há um único caso comprovado de fraude”, afirmou Valente.

Aprimoramento constante

Veja mais