Sala Multiúso - 18.10.2023

Na sala Multiúso, pré-inscritos têm acesso a informações para subsidiar a elaboração dos planos de testes

Desde o dia 9 de outubro, investigadoras e investigadores pré-inscritos para a 7ª edição do Teste Público de Segurança da Urna (TPS) 2023 podem inspecionar o código-fonte da urna eletrônica e os sistemas eleitorais, das 10h às 18h. O procedimento ocorre em dois períodos, de 9 a 13 de outubro e de 16 de outubro até sexta-feira (20), em um espaço exclusivamente reservado para a inspeção: no caso, a sala Multiúso, localizada no subsolo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília.

O local foi rigorosamente preparado para que os pré-inscritos possam inspecionar o código-fonte do equipamento e os sistemas eleitorais em busca de subsídios para a elaboração dos planos de testes a serem submetidos para avaliação e aprovação. O Teste Público de Segurança da Urna ocorrerá de 27 de novembro a 1º de dezembro.

Na sala Multiúso, não é permitido o ingresso de aparelhos celulares. Por isso, há armários na entrada para que os participantes guardem seus equipamentos. Outros dispositivos, desde que não tenham acesso à internet, estão sujeitos à autorização de representante da Comissão Reguladora do Teste Público da Urna.

No espaço, ficam à disposição das investigadoras e dos investigadores 24 computadores sem acesso à internet, dispostos em seis baias, cada uma com quatro equipamentos. Na semana passada, de 9 a 13 de outubro, 14 pré-inscritos para o Teste da Urna estiveram no local para analisar o conjunto de comandos desenvolvido pela Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) do TSE. 

Veja mais