Sessão plenária do TSE - Foto: Antonio Augusto/Secom/TSE - 03.10.2023

TSE julga três ações contra ex-presidente Jair Bolsonaro a partir desta terça-feira (10). Como corregedor-geral, ministro Benedito Gonçalves é o relator legal

O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Benedito Gonçalves, é o relator legal de três novas Ações de Investigação Judicial Eleitoral (AIje) que começarão a ser analisadas pelo Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a partir das 19h desta terça-feira (10). As Aijes 0600828-69, 0601212-32 e 0601665-27 foram apresentadas por partidos ou coligações contra o ex-presidente da República Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição em 2022, e estão pautadas para julgamento conjunto.

Na próxima semana, a partir do dia 17 de outubro, outras duas ações – Aijes 0601312-84 e 0601382-04 – serão julgadas pelos ministros, dessa vez contra o então candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT), eleito presidente da República em 2022 no segundo turno do pleito.

Confira detalhes das cinco Aijes que serão analisadas pelo TSE

As cinco Aijes dizem respeito a supostas irregularidades que teriam sido cometidas durante a campanha eleitoral para a Presidência da República nas eleições do ano passado. E todas têm, por força legal, o mesmo relator: no caso, o corregedor-geral eleitoral, cargo ocupado atualmente pelo ministro Benedito Gonçalves.

Veja mais