Ministra Edilene Lôbo - Abertura e aula Magna - Pós-Graduação Lato Sensu em Poder Legislativo e Direito Parlamentar - 05.10.2023

Ministra do TSE também defendeu a necessidade de orçamento público para viabilizar políticas em favor das mulheres negras

Em aula magna no Senado Federal para a abertura da Pós-Graduação Lato Sensu em Poder Legislativo e Direito Parlamentar, a ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Edilene Lôbo defendeu os princípios da igualdade e da equidade na sociedade brasileira, além de reiterar a necessidade de garantia de orçamento público para viabilizar políticas em favor das mulheres negras no Brasil.

“É nos espaços decisórios da estrutura pública que mulheres negras precisam estar presentes, porque são o maior contingente da população brasileira e as maiores violentadas em todos os direitos possíveis. Política pública em favor das mulheres é demagogia sem orçamento público”, frisou a ministra no evento, como convidada.

Edilene defendeu que resgatar o princípio da igualdade é falar de um princípio emancipador, num contexto em que o país precisa tratar a equidade como justa ocupação dos espaços decisórios pela diversidade da sociedade brasileira.

“O maior contingente de empregadas domésticas do mundo é o Brasil, sendo 65% mulheres negras, que são atravessadas por todo tipo de violência: a violência física, a ausência de empregos decentes, a impossibilidade de aspirar a estar num lugar como este, falando em inovação…”, exemplificou, ressaltando, também, a baixa presença de mulheres no segmento de inovação.

Veja mais