Juíza representa TRE-PE em palestra celebrando mês da Consciência Negra

Evento foi promovido pelo TRT-6

Nesta terça-feira (14), o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (TRT-6), realizou uma palestra com o tema “Racismo Estrutural e seus reflexos nas instituições e na vida das pessoas”. A palestra foi realizada em comemoração ao mês da Consciência Negra, celebrado no mês de novembro, e o Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) esteve presente, representado pela juíza Luciana Maranhão, coordenadora do Grupo de Equidade Racial e Combate ao Racismo.

A palestra, realizada pelo Subcomitê de Gênero, Raça, Diversidade e Equidade do TRT-6, teve como palestrante Elizama Messias, coordenadora do Laboratório de Educação das Relações Étnico-Raciais da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), mestra e doutoranda em Educação pela UFPE. Estavam presentes, além da juíza Luciana Maranhão, que prestigiou o evento em nome do presidente do TRE-PE, a procuradora do Trabalho Melícia Mesel, representando o Ministério Público do Trabalho da 6ª região (MPT6), e a mesa de abertura, composta pela presidente do TRT-6, Nise Pedroso, a coordenadora-geral da Escola Judicial do TRT-6, juíza Wiviane Souza, e a coordenadora e a vice-coordenadora do Subcomitê de Gênero, Raça, Diversidade e Equidade do Tribunal trabalhista, Ana Cristina Silva e Renata Nóbrega.

A palestrante Elizama Messias destacou a importância da composição feminina da mesa de abertura e afirmou que o encontro seria um “momento de reflexão e debate, necessário para dar seguimento a uma longa caminhada”. Durante a palestra, foram tratados assuntos como o conceito de racismo, a sociedade brasileira, a escravidão e sua relação com o racismo e a atuação dos movimentos de consciência negra e cidadania. “A abordagem puramente lógica é insuficiente (…) É preciso analisar circunstâncias específicas da formação social de cada país para poder entender a complexidade do conceito”, afirmou Elizama.

O evento foi realizado no Pleno do TRT-6 e foi promovido pelo Subcomitê de Gênero, Raça, Diversidade e Equidade, com o apoio institucional da Escola Judicial.

Veja mais