Entrega do relatório da missão internacional do Parlasul - Foto: Antonio Augusto/Secom/TSE - 13.09.2023

Representantes da Missão entregaram ao ministro Floriano de Azevedo Marques 11 recomendações sobre o processo eleitoral brasileiro

Nesta quarta-feira (13), a Missão de Observação Eleitoral (MOE) do Parlamento do Mercosul (Parlasul) entregou ao ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Floriano de Azevedo Marques o relatório final da força-tarefa com 11 recomendações sobre as Eleições Gerais de 2022. No documento, a Missão destaca o trabalho realizado com alto profissionalismo pelo TSE à frente do pleito. O relatório busca contribuir para o fortalecimento da democracia, o aprimoramento dos sistemas eleitorais, a promoção da transparência e a garantia da integridade do processo, bem como reforçar a confiança pública nas eleições.

Do encontro com Floriano de Azevedo Marques, incubido de recepcionar a comitiva pelo presidente do TSE, ministro Alexandre de Moraes, participaram: o presidente do Parlasul, Mario Colman; os vice-presidentes da organização Cecilia Catherine Britto e Derlis Maidana; os assessores Alexandre Andreatta, Rafael Reis e Omar Rodriguez; a assessora de imprensa Maria Julia Carvalho; os deputados federais brasileiros Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Celso Russomanno (Republicanos-SP).

Ao agradecer, em nome do Tribunal, aos representantes do Parlasul pela cooperação nas Eleições 2022, o ministro falou sobre o desenvolvimento dos países do Mercosul com a retomada da democracia, especialmente nos últimos 30 anos. E destacou: “As Missões de Observação são um dos instrumentos que o Mercosul tem para garantir que nós continuemos nessa trilha venturosa da democracia, que é um pressuposto para o nosso desenvolvimento no âmbito institucional e político”.

Veja mais