E-título - 04.03.2022

Até dez mil eleitores poderão utilizar a versão Beta do aplicativo

Usuárias e usuários de celulares Android e iOS que contam com o aplicativo e-Título e desejam colaborar com a Justiça Eleitoral já podem se cadastrar como testadores para utilizar a versão Beta da plataforma. O intuito do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a iniciativa é aumentar ainda mais a segurança do aplicativo, além de melhorar a experiência da eleitora e do eleitor com a plataforma, conforme aponta Iuri Camargo Kisovec, da Assessoria de Gestão de Identificação do TSE.

“O que queremos oferecer é um serviço ainda mais completo para o eleitor. Essa nova versão contará com uma personalização maior. O usuário poderá, por exemplo, utilizar a foto tirada na hora do próprio celular e não mais a imagem que consta no cadastro eleitoral. Também devemos incluir novos serviços nos próximos meses. Tudo dependerá da experiência e dos relatos que tivermos dos testadores”, ressalta.

Uma das novidades incluídas na versão Beta é a possibilidade de conferência biométrica dentro do aplicativo. Quem se cadastrar para os testes fará a conferência da face e das impressões digitais por meio de fotos, que serão conferidas no banco de dados do próprio Tribunal. Ao todo, serão liberados cadastros para dez mil pessoas: nove mil testadores com celulares Android e mil usuários de iOS.

O e-Título Beta poderá ser instalado por quem já possuir a versão oficial do aplicativo nas respectivas lojas virtuais dos sistemas Android e iOS. Para quem usa celular Android, depois de abrir a Play Store, no canto superior direito, toque no ícone do perfil e, depois, vá em gerenciar apps e dispositivos instalados. Na sequência, clique no aplicativo para abrir a página de detalhes e toque na mensagem “participar do programa Beta”.

Veja mais