Missão de observação nas eleições da Colômbia - 30.10.2023

Paulo Bonini afirma que Missão Internacional foi positiva e que a eleição colombiana respeitou a legislação eleitoral

Eleitoras e eleitores da Colômbia foram às urnas no último domingo (29) eleger representantes aos cargos de governador, deputados departamentais, prefeitos e vereadores. O juiz auxiliar da Presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Paulo Bonini integrou como representante da Corte Eleitoral brasileira a Missão de Observação da Associação Mundial de Organismos Eleitorais (A-WEB), que atuou nas eleições regionais do país vizinho.

“A participação da Missão foi positiva, no sentido de que a principal função da A-WEB é justamente apontar aquilo que pode ser melhorado, no que diz respeito ao processo eleitoral, considerando a defesa da democracia e da liberdade de voto. Acredito que a Missão foi relevante por observar que está sendo cumprida, da maneira que é possível, toda a legislação colombiana a respeito do exercício do direito ao voto”, explicou Bonini.

Missão de observação nas eleições da Colômbia - 30.10.2023

Respeito à legislação

Veja mais