Foto: Alejandro Zambrana/Secom/TSE - Teste público de segurança da urna - 30.11.2023

7ª edição do evento contou com a participação de mulheres na execução de planos de teste

Aline Barbosa, Érika Maria de Castro, Rhayara Rodrigues, Hitatiana Santiago, Maria Isabel Lima e Camila Alves. Anote esses nomes. Essas seis mulheres participaram durante toda esta semana do Teste Público de Segurança (TPS) da Urna 2023, ampliando o caminho para que outras mulheres também se interessem em fazer parte do evento em outras oportunidades.

A 7ª edição do Teste da Urna, que começou na segunda-feira (27), na sede do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília (DF), contou com um número recorde de investigadoras: três vezes mais do que a edição anterior, realizada em 2021, que teve duas participantes atuando efetivamente.

O evento, que terminou nesta sexta-feira (1°), tem como objetivo fortalecer a confiabilidade, a transparência e a segurança da captação e da apuração dos votos, assim como propiciar o aperfeiçoamento do processo eleitoral.

Crescimento do número de mulheres

Veja mais