TRE-PE cassa chapa de vereadores do PSB de Itamaracá

Tribunal considerou ter havido fraude à cota de gênero

Por unanimidade, o pleno do TRE Pernambuco cassou, nesta terça-feira (19), a chapa de candidatas e candidatos a vereador do PSB de Itamaracá (Região Metropolitana) que disputou as eleições de 2020 por fraude à cota de gênero. Uma das três candidatas inscritas pelo partido, Flávia Azevedo Madureira, foi considerada fictícia e teve seu registro cassado, levando a legenda a não cumprir o mínimo de 30% da cota de gênero. Com a decisão, três vereadores eleitos pelo PSB perdem os mandatos: Harlley Monteiro, Tiago Américo e Joelson Gonçalves de Jesus. Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O pleno acompanhou voto do relator do caso, desembargador eleitoral Carlos Gil Rodrigues Filho. Ele destacou como razões para considerar a candidata como fictícia o fato dela ter obtido votação zerada, ter feito campanha para um concorrente, Flávio Madureira, seu pai; além de não ter realizado atos de campanha para si e nem ter movimentado recursos partidários para a campanha eleitoral. Some-se a isso o fato dela não ter se desincompatibilizado de um cargo público no prazo legal para disputar o pleito.

Veja mais