TRE-PE celebra o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Física

A Justiça Eleitoral de Pernambuco tem realizado projetos que visam garantir o direito dessas pessoas

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) celebra, nesta quarta-feira (11/10), o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Física informando que a Justiça Eleitoral do Estado está percorrendo diversos locais de votação para realizar um mapeamento de acessibilidade com o objetivo de garantir que sejam acessíveis a todas as eleitoras e todos os eleitores.

“O mapeamento de acessibilidade consiste em fazermos uma vistoria nos locais de votação com foco em pessoas que têm dificuldade de locomoção que fazem uso de cadeira de rodas, pessoas cegas e com baixa visão, para que elas possam acessar a sua seção eleitoral com total autonomia”, explica a integrante da Comissão Permanente Multidisciplinar de Acessibilidade (CMA) do Tribunal, Danielle Freire.

De acordo com o coordenador da CMA, Acácio Leite, 21 cidades já passaram pela vistoria. “O TRE ampliou o trabalho de mapeamento dos locais de votação e começamos, agora em outubro, o município de Olinda. Nós já fizemos uma grande parte do Recife e cidades do interior, como Caruaru, no Agreste, e Serra Talhada e Petrolina, no Sertão. Todos os grandes polos do TRE estão com esse trabalho concluído”, disse.

Mais acessibilidade nos cartórios

Um outro projeto da Comissão é a aquisição de cadeiras de roda para todos os Centros de Atendimento ao Eleitor e cartórios do Estado. “Todos os Centros de Atendimento ao Eleitor (CAE) do Estado já receberam as cadeiras de rodas. Em breve, todos os cartórios eleitorais do TRE também terão, cada um, uma cadeira de rodas para facilitar o acesso ao atendimento da eleitora e do eleitor”, finalizou Acácio.
O TRE Pernambuco mantém ativo o Projeto Eleições Acessíveis que consiste, entre outras coisas, assegurar, através de ação inclusiva, o exercício de direitos e garantias fundamentais e proporcionar participação na vida pública e política às pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, através do amplo exercício do voto.
Também faz parte das diretrizes do projeto, eliminar a possível existência de barreiras urbanísticas e/ou de transportes existentes no deslocamento de eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida até seus respectivos locais de votação.

Veja mais