Urna eletrônica - Foto: Antonio Augusto/Secom/TSE - 01.09.2023

Novo modelo vem substituir os equipamentos fabricados em 2010

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) começou a receber as novas urnas eletrônicas que serão utilizadas nas Eleições Municipais de 2024 em todo o Brasil. O primeiro carregamento com 1.200 urnas eletrônicas chegou no dia 11 de outubro. Ainda este mês, outros 1.200 equipamentos deverão desembarcar em Pernambuco. A previsão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é que, até fevereiro ou março de 2024, quando será concluída a produção de novos equipamentos, o TRE-PE receberá um total de 9.407 novas urnas eletrônicas.

A distribuição do modelo UE2022 para os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) teve início em agosto deste ano. “Já foram produzidas e enviadas aos TREs cerca de 25 mil urnas. Todos os estados brasileiros serão contemplados com novas máquinas, e cada TRE receberá um quantitativo proporcional ao seu parque de urnas eletrônicas. Com essa atualização, deixarão de ser utilizadas e serão descartadas de forma ecologicamente correta aproximadamente 194 mil delas. São equipamentos adquiridos em 2010 e que já chegaram ao seu ciclo final de uso”, afirma o chefe da Seção de Tecnologia de Urnas Eletrônicas do TSE, Ivanildo Pereira.

Em relação à renovação das urnas eletrônicas brasileiras, o novo modelo conta com um novo processador, mais recursos de acessibilidade e inovações para a melhor experiência do eleitor. De acordo com Pereira, elas têm uma vida útil de 10 anos e, geralmente, são utilizadas por cerca de seis eleições consecutivas.

“Após este período, é necessária a substituição por outras mais modernas e atualizadas, buscando sempre a garantia de equipamentos em perfeitas condições de uso, a diminuição das intercorrências e, sobretudo, o menor número de urnas substituídas no dia da eleição”, afirmou.

Veja mais