DNI - 07.02.2022

Evento de lançamento será às 18h, no Auditório III do edifício-sede da Corte. Projeto-piloto dessa fase de emissão do documento começa em março, com servidores da JE e de outros órgãos

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai iniciar uma nova etapa de implementação do Documento Nacional de Identidade (DNI). O lançamento dessa fase será nesta terça-feira (8), às 18h, no Auditório III do edifício-sede da Corte, em Brasília (DF), com transmissão ao vivo pelo canal do TSE no YouTube. A emissão terá início em março, com servidores da Justiça Eleitoral e de outros órgãos públicos, como forma de melhorar a experiência do usuário e aprimorar o processo.

Essa experiência inicial é fundamental, pois, por se tratar de um documento digital, é importante seu uso de forma escalonada, possibilitando a implementação de melhorias que se mostrem necessárias antes da disponibilização ao grande público. A expectativa é que, no futuro, o DNI seja um importante meio de identificação do cidadão em suas relações com a sociedade e com os órgãos e entidades governamentais e privados.

Posteriormente, a partir de agosto, cidadãos domiciliados no estado de Minas Gerais também terão acesso ao documento. O estado foi escolhido em decorrência de acordo de cooperação firmado no final de 2021 com previsão de emissão do DNI também pelo Instituto de Identificação daquela Unidade da Federação. Além disso, a iniciativa ajudará a reforçar os processos de coleta de dados biométricos dos cidadãos brasileiros residentes em Minas Gerais.

Ao longo do ano, cidadãos em outros estados poderão emitir o DNI, que estará disponível para toda a população a partir de fevereiro de 2023.

Veja mais